×
Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de jul. de 2021
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Vendas da Moncler regressam aos níveis pré-pandemia

Por
Reuters
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
28 de jul. de 2021

As receitas da marca italiana de blusões de luxo Moncler superaram as expectativas dos analistas no segundo trimestre, graças ao relaxamento das restrições sanitárias, confirmando a forte recuperação do setor como um todo.


Fotografia: Moncler


As vendas de marca própria da Moncler mais do que duplicaram durante o período, ultrapassando os níveis pré-pandemia, com a recente aquisição da marca de streetwear de alta gama Stone Island a acelerar o crescimento da receita do grupo a partir de abril.
 
Ao longo do trimestre, de abril a junho, excluindo a Stone Island, o volume de negócios da Moncler aumentou 118% (para 200 milhões de euros) em comparação com o mesmo período do exercício precedente, o mais afetado pelo encerramento das lojas e pela interrupção das viagens internacionais.

Em comparação com o segundo trimestre de 2019, as vendas da Moncler aumentaram 5%. No geral, o segundo trimestre representa apenas um quinto das vendas anuais da Moncler, uma marca caracterizada pela sua sazonalidade.
 
No segundo trimestre, as vendas da Stone Island atingiram os 56,2 milhões de euros, de acordo com a Moncler.
 
O volume de negócios consolidado chegou aos 256,3 milhões de euros no trimestre, acima da média prevista pelos analistas, que apostavam em 248 milhões de euros, segundo uma estimativa fornecida pela empresa.

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.