Vendas de produtos de beleza devem aumentar 2% em 2018

De acordo com Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), as vendas de produtos de beleza devem aumentar 2% em 2018. A projeção inicial era de um crescimento de 6%, porém, a diminuição na confiança do consumidor, a greve dos caminhoneiros ocorrida em maio, e a lenta recuperação econômica provocaram uma redução na meta para 2%. No ano passado, o crescimento foi de 2,75% para 47,5 bilhões de reais em vendas. 



Em entrevista ao Valor, João Carlos Basílio, presidente-executivo da Abihpec, disse que diante do cenário ruim, o consumidor compra apenas o essencial, e que a paralisação dos caminhoneiros gerou impacto financeiro uma vez que os depósitos das empresas ficaram desabastecidos.

A Abihpec é contra a nova tabela de preços de frete estabelecida pelo governo federal que, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), irá impactar em 3,3 bilhões de reais em gastos adicionais este ano para as indústrias que operam no mercado paulista. 

Segundo João Carlos Basílio, a cobrança do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em centros de distribuição também está prejudicando o mercado, pois leva a indústria a repassar custos aos consumidores, aumentando os preços, e consequentemente impactando negativamente as vendas. 

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

BelezaNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER