Versace: Capri escolhe novos executivos para a empresa italiana

Demorou algumas semanas até que a tomada de controlo da Versace pela Capri Holdings (também proprietária da Michael Kors e da Jimmy Choo) se traduzisse em mudanças no organograma da casa italiana. Na sequência da finalização da aquisição da Versace pela holding americana, em janeiro, o diretor financeiro da empresa com sede em Milão, Donatello Galli, deixou as suas funções há pouco mais de um mês.


Novos dirigentes assumem funções na Versace - Versace

O executivo, antigo diretor financeiro da Prada, chegou à Versace em 2017. As suas funções, sabe a FashionNetwork.com, são agora assumidas por Nicolas Crespin, que era há mais de dez anos responsável pelas finanças e operações da Michael Kors para a região da Europa, Médio Oriente e África.
 
A Versace contratou recentemente outro executivo americano: Manlio Amorosi é desde o início do ano vice-presidente de imobiliário comercial e desenvolvimento da rede de lojas próprias. Amorosi trabalhou anteriormente em Londres para desenvolver a Coach e as marcas do grupo Tapestry, mas também trabalhou para a Michael Kors durante quatro anos, liderando a expansão da rede de lojas e corners da marca na Europa. Maxime Monfroy, responsável pelo retalho europeu da Versace desde 2015, juntou-se à Roberto Cavalli em janeiro passado. A empresa não quis comentar estas nomeações.
 
O grupo Michael Kors, rebatizado Capri Holdings, concluiu a compra da casa de luxo italiana por 1,83 mil milhões de euros, incluindo dívidas, no início de janeiro.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosNomeações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER