×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Versace funde os seus desfiles masculinos e femininos

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 5 de nov de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A casa Versace anunciou os seus planos de fundir os seus desfiles de moda masculina e feminina num espetáculo misto a partir do próximo ano.


Fotografia: Versace


A apresentação conjunta será a primeira vez que a Versace apresenta coleções completas de roupa masculina e feminina na mesma passarela. Isto embora a Versace tenha ocasionalmente incluído looks de womenswear em desfiles de menswear e vice-versa.
 
Como resultado, este desfile combinado da coleção outono-inverno 2020 será apresentado em fevereiro como parte da edição prêt-à-porter feminino da Semana da Moda de Milão, agendada para decorrer entre 18 e 24 de fevereiro. Assim, a Versace saltará a temporada masculina de Milão, que se irá realizar de 10 a 14 de janeiro.

O desfile da Versace é geralmente um ponto de referência de qualquer temporada de Milão e, em setembro, testemunhou o momento mais comentado de toda a temporada internacional, quando Jennifer Lopez desfilou na Milan Fiera para comemorar o 20.º aniversário do lendário vestido de chiffon de seda com uma selva estampada: o maior acontecimento de moda no Instagram de 2019.
 
“Hoje em dia, vivemos numa sociedade em que todos conversamos entre nós e influenciamos a maneira como vemos as coisas. Isso também aconteceu comigo e foi por isso que senti a necessidade de concentrar a minha abordagem criativa e desenhar uma coleção com um ponto de vista, uma visão, um mundo da Versace. Não se trata apenas de inclusão e diversidade, trata-se de ser igual, também na passarela", explicou a diretora criativa da casa, Donatella Versace, num comunicado de imprensa.


Donatella Versace - Fotografia: Rahi Rezvani


A casa de moda milanesa disse que a medida "celebra a personalidade e a fluidez dos designs da casa", acrescentando que esta fará uma "experiência" com o desfile de fevereiro.
 
"A decisão de fundir os desfiles acontece num momento em que as coleções da Versace estão cada vez mais entrelaçadas, com a polinização cruzada de ideias e temas presentes tantos nos designs de homem como de mulher", enfatizou a casa.

A Versace foi adquirida em dezembro de 2018 pelo grupo americano Capri Holdings, que também é proprietário da Michael Kors, por 2,1 mil milhões de dólares.

Ironicamente, a notícia chega exatamente quando alguns meios de comunicação especulam ter havido um movimento importante das principais marcas de moda para deixarem de apresentar desfiles mistos e, em vez disso, organizarem desfiles separados para homem e mulher.
 
Não na Versace.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.