×
379
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Versace revisita seus antigos clássicos em Nova York

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 4 de dez de 2018
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Para a comemoração do 72º aniversário de Gianni Versace, o desfile da pré-coleção de outono deu origem à um festival visual, e apresentou alguns dos looks mais icônicos da marca milanesa atualizados.


Versace pré-outono 2019 - Moda feminina - Nova York - Pixelformula


Organizado pela primeira vez em Nova York desde Versus Versace em 2014, logo após a aquisição da marca italiana pela Michael Kors, o desfile foi realizado dentro do prédio da American Stock Exchange, no Trinity Place. O espaço serviu de vitrine para uma imponente passarela, decorada com uma enorme mão de ouro segurando uma tocha, em homenagem à Estátua da Liberdade.

A coleção, de prêt-à-porter masculino e feminino, transbordou couro envernizado, estampas de animais e colchetes dourados Versace, combinando com sucesso os códigos do legado da marca à um look mais contemporâneo. As referências aos maiores sucessos da marca de Gianni e Donatella foram apresentadas na passarela: foi possível ver o vestido usado por Elizabeth Hurley em 1994, as roupas barrocas do outono de 1991, os tons pastéis da primavera 1992, as estampas da primavera de 1997 e o "JLo Dress" com decote ultra-profundo de 2000, todos atualizados.

Modelos de destaque, como Candice Swanepoel e Hailey Baldwin, bem como as estrelas do desfile primavera-verão de 2019 - Kaia Gerber, Gigi Hadid e Emily Ratajkowski - usaram as cores da marca milanesa.


Versace pré-outono 2019 - Moda feminina - Nova York - Pixelformula


A coleção da Versace deu grande ênfase na tradição, adaptando-se de uma maneira inteligente ao gosto mais contemporâneo. O desfile foi, portanto, capaz de satisfazer a todos, oferecendo silhuetas que antigamente chocavam, à um público ávido por artigos de segunda mão e upcycling.

De acordo com John Idol, CEO da Michael Kors (que logo será renomeada para Capri Holdings), a mudança de cenário do desfile reflete o respeito mútuo entre a designer Donatella Versace e Nova York, uma cidade que sabe apreciar sua visão eclética. "A mudança de local do desfile está ligada ao desejo de Donatella de mostrar a coleção em um lugar diferente", disse ele ao FashionNetwork.com. "Ela se sente em casa [em Nova York]."

Será que a Versace planeja realocar mais desfiles no futuro? Segundo John Idol, estamos testemunhando o início de uma nova fase. "Versace vai estar na estrada", ele adverte, “a veremos em outras cidades do mundo”.

O desfile foi encerrado por Amber Valletta, antiga modelo da Versace, que desfilou com um vestido adornado de corações "Love Versace" nas cores do arco-íris e decotado até o umbigo. Após sua passagem, todos as modelos percorreram a passarela com o punho dourado gigante ao fundo.

Este batalhão glamouroso permaneceu imóvel por um momento, antes do aparecimento de taças de champanhe e chocolates em forma de medusa - a passarela então se transformou em uma pista de dança.

Grandes celebridades como Winnie Harlow e Tracee Ellis Ross se juntaram à festa; Donatella apareceu como um lampejo de fumaça loira no final do desfile, antes de desaparecer rapidamente.

"Eu queria homenagear esta cidade incrível, unindo a herança da alfaiataria de Milão com a energia de Nova York", disse Donatella Versace em um comunicado oficial. "Esta coleção é o resultado disso".

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.