×
354
Fashion Jobs
GRUPO CÃES DE PEDRA
Head of Marketing / Brand Manager
Efetivo - CLT · PORTO
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
UNREAL FIELDS
Creative/Art Director
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Commercial Product Manager - Work With Product in The Fashion Business
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
GRUPO CÃES DE PEDRA
Diretor(a) Creativo Moda Hombre / Mujer
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
LION OF PORCHES
Editor de Imagem/Vídeo (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Almada Fórum - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Almada
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Loures Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Loures
SYSTEMACTION
Vendedor
Estágio · LISBOA
THE KOOPLES
Sales Assistant Part Time (20h) Lisboa
Trabalho temporário · LISBOA
THE KOOPLES
Concession Manager w/m - Lisboa - Full Time
Efetivo - CLT · LISBOA
CONFIDENTIAL
Concession Manager w/m - Lisboa - Full Time
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Braga - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Braga
LEVI'S
Store Manager (ds Porto)
Efetivo - CLT · Porto
MAJE
Assistant Store Manager - Colombo Lisbon m/f
Trainee · LISBOA
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de set de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

VF Corp apresenta nova estratégia de longo prazo e identidade corporativa atualizada

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
26 de set de 2019

Após a cisão do seu negócio de jeans Kontoor Brands no início deste ano, a VF Corporation, empresa americana de roupas e calçado com sede em Denver, Colorado, anunciou um novo plano estratégico de crescimento, bem como logótipo e identidade corporativa atualizados.


A Vans é uma das principais marcas da VF - Instagram: @vans

 
A empresa, proprietária das marcas Vans, The North Face, Timberland e Dickies, revelou quatro focos estratégicos no seu novo plano de cinco anos. O primeiro é a transformação digital do grupo numa “empresa voltada para o consumidor e centrada no retalho”. A VF também quer impulsionar e otimizar o seu portefólio, investir na Ásia e melhorar os seus canais digitais.

A empresa revelou ainda uma série de metas financeiras que espera atingir até 2024, à medida que avança nas suas novas iniciativas. A VF prevê que as suas receitas crescerão a uma taxa anual composta de cinco anos (CAGR) entre 7% e 8%, impulsionadas pelas maiores marcas da empresa, pelo mercado internacional e pelo canal direto ao consumidor. Espera-se que o lucro por ação (EPS) cresça num CAGR de cinco anos de 12% a 14%, em comparação com o EPS ajustado de 2019.

Entre os anos fiscais de 2020 e 2024, a empresa também espera gerar cerca de 8 mil milhões de dólares em fluxo de caixa livre de forma acumulada, e devolver 10 mil milhões de dólares aos acionistas através de dividendos e recompras de ações.
 
"Os últimos dois anos e meio representaram um dos períodos mais transformadores nos 120 anos de história da VF", explicou o presidente e CEO da VF, Steve Rendle, num comunicado. “Focamo-nos no que é necessário para nos tornarmos ainda mais voltados para o consumidor e para o retalho. Com mais clareza para as oportunidades futuras, estamos a atualizar com confiança o nosso plano estratégico de crescimento e perspetivas financeiras para os próximos cinco anos.”
 
Para refletir a evolução mais recente da sua estratégia, a VF também revelou um novo logótipo corporativo, acompanhado por uma revisão da sua marca, a primeira mudança do género em 21 anos. Como parte deste rebranding, o grupo adotou um novo slogan - “Purpose led and Performance driven” - que Rendle acredita que comunica claramente o tipo de empresa que a VF Corp é e continuará a ser.
 
Em agosto, a VF elevou a sua meta para o ano inteiro, após registar um aumento 6% na receita do primeiro trimestre, para 2,3 mil milhões de dólares, com um forte crescimento na China e nos canais digitais. No entanto, o lucro líquido trimestral do grupo caiu para 49,2 milhões de dólares, abaixo dos 160,4 milhões registados no mesmo período do ano anterior.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.