×
581
Fashion Jobs
LION OF PORCHES
Editor de Imagem (m/f)
Efetivo · PORTO
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Services Specialist Gbs - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Marketplace Business Developer
Efetivo · Alicante
BIJOU BRIGITTE MODISCHE ACCESSOIRES AG
International Expansion Manager Spain/Portugal
Efetivo · LISBOA
TIFFOSI
Comprador Denim (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct-tO-Consumer Ecommerce (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
UK HR Specialist (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Consultant - Sac/bW-Ip/Fico (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - Non-Trade Procurement
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo/Ibp (Snp/Supply) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Junior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
5 de fev. de 2020
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Via Outlets impulsiona crescimento em 2019 com remodelações, turistas e novas marcas

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
5 de fev. de 2020

A operadora europeia de outlets premium Via Outlets disse ter tido um forte crescimento em 2019, com aumentos em todas as métricas à medida que os trabalhos de remodelação, novas marcas e um foco turístico deram frutos.


Via Outlets


A empresa, na qual a gigante imobiliária britânica Hammerson tem uma participação importante, juntamente com a parceira de joint venture APG, disse que ter registado um aumento de 8,4% nas vendas de marca, para 1,16 mil milhões de euros, no ano passado. Também registou um aumento de 6,1% no número de visitantes, o que significa um maior gasto por pessoa entre aqueles que visitaram os seus centros comerciais. E o número de visitantes totalizou 32,2 milhões durante o ano.
 
Vários centros atingiram novos marcos em termos de visitas, incluindo o Mallorca Fashion Outlet, com quase 5,3 milhões de visitantes, o Vila do Conde Porto Fashion Outlet (mais de 5 milhões) e o Zweibrücken Fashion Outlet (mais de 4 milhões).

O Freeport Lisboa Fashion Outlet registou um aumento em termos de número de visitas, com um aumento de 12% em relação ao ano anterior, para 3,3 milhões, e também registou o maior aumento em volume de negócios de marca, que chegou a 20%. Estes resultados seguem-se a extensas obras de renovação e modernização realizadas no centro, bem como a 14 inaugurações de lojas no ano passado, como Gant, Boggi, Karl Lagerfeld, Liu-Jo, Faconnable e Havaianas.

A empresa disse que os seus números "demonstram a crescente atratividade de um portefólio cada vez melhor e a resiliência do setor outlet, em comparação com os ventos contrários enfrentados pelos mercados high street e de retalho mais amplos e a preços completos".

O CEO Otto Ambagtsheer comentou os resultados: "O nosso portfólio continua a fornecer resultados excecionais, com crescimento em todas as métricas fundamentais, provando uma vez mais que a nossa estratégia está a funcionar bem."
 
Então, qual é exatamente essa estratégia? Como mostra a melhoria no outlet de Lisboa, a chave é investir na modernização dos centros e adicionar novas marcas.
 
A Via é a proprietária-operadora de destinos de outlet premium que mais cresce na Europa, e a empresa diz que o desempenho mais amplo no ano passado foi reforçado por este programa contínuo de remodelação e pela introdução de novas marcas.

Quatro centros foram alvo de importantes obras de remodelação em 2019: Wroclaw Fashion Outlet, na Polónia, Sevilla Fashion Outlet, em Espanha, Zweibrücken Fashion Outlet, na Alemanha, e Hede Fashion Outlet, na Suécia. As obras do Hede Fashion Outlet adicionaram 2.376 metros quadrados e resultaram num aumento comparável de 37% no número de visitantes no quarto trimestre.
 
As remodelações continuarão este ano, com obras a serem concluídas no Vila do Conde Porto Fashion Outlet. No primeiro trimestre, começam também os trabalhos no Oslo Fashion Outlet, bem como um relançamento de Zweibrücken, após remodelações adicionais.
 
O portefólio de outlets remodelados da empresa inclui agora mais de 1.100 lojas, totalizando 267 mil metros quadrados e, até ao final de 2020, esta terá realizado obras de remodelação em todos os 11 centros. Desde a criação da empresa, em 2014, já foi investido um total de 200 milhões de euros.
 
Quanto às marcas, nos últimos 12 meses 31% do portefólio também foi repensado nesse sentido, e 128 novas marcas aderiram aos diferentes centros comerciais. Entre estas estão Ajax, Frederique Constant, Liu-Jo e Coccinelle. Marcas como Adidas, Hugo Boss, Diesel, Karl Lagerfeld, Calvin Klein, Superdry e Gant também abriram mais lojas e/ou aumentaram o tamanho de lojas existentes.

Jorge Sánchez Mera, diretor de leasing, acrescentou: “O re-merchandising é uma pedra angular da nossa estratégia. Trabalhamos em colaboração com os nossos parceiros de marca e, como resultado, vemos as marcas existentes a escolherem expandir dentro do portefólio, além de também estarmos a receber, com satisfação, um novo conjunto de retalhistas. Está a tornar-se claro que agora os centros outlet são considerados um canal essencial na estratégia de vendas de qualquer marca de sucesso. Cada vez mais retalhistas encaram os centros outlet como uma boa fonte de receita - além disso, há o benefício adicional de alcançar novos segmentos e mercados de clientes.”
 
No entanto, a empresa não está apenas a prosperar graças a investimentos em atualizações e marcas. Esta também se tem focado no tipo certo de clientes, como prova a melhoria no que cada visitante gasta.

Com muitos dos seus outlets localizados em alguns dos destinos turísticos mais populares da Europa, "a alavancagem contínua do turismo europeu e não europeu tem sido um fator importante para aumentar tanto o número de visitas como as vendas", explicou a empresa. O que é apoiado por um aumento significativo nas vendas isentas de impostos, um aumento de 17% no ano passado em todo o portefólio. Até mercados maduros, como o Batavia Stad Fashion Outlet, em Amesterdão, e o Freeport Lisboa Fashion Outlet registaram aumentos nessa métrica, de 21% e 29%, respetivamente.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.