×
275
Fashion Jobs
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Service Desk Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Iberia HR Business Partner
Efetivo - CLT · Madrid
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
 GRUPO CONSTANT SERVIÇOS EMPRESARIAIS, LDA.
Area Manager - Retalho/Moda (m/f) - Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Sales Associate Centro Comercial Norteshopping
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Gbs Senior Buying Specialist (m/ f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
CONFIDENCIAL
Modelista
Efetivo - CLT · ARCOS DE VALDEVEZ
GRUPO PIKOLINOS
Vendedor
Trabalho temporário · LISBOA
H&M
Print Design Assistant - h&m Home
Efetivo - CLT · Estocolmo
LION OF PORCHES
Editor de Imagem/Vídeo (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
LION OF PORCHES
Editor de Imagem (m/f)
Efetivo - CLT · PORTO
BIMBA Y LOLA
Vendedores - Coimbra
Trainee · COÍMBRA
ZILIAN
Sales Assistant
Efetivo - CLT · LISBOA
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Guimarães Shopping (m, f)
Efetivo - CLT · Guimarães
SOPHIA KAH
Comercial
Efetivo - CLT · FELGUEIRAS
BOTTEGA VENETA
Sales Assistant
Trabalho temporário · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 30h - CDD 6 Meses - Eci Lisboa H/F
Trainee · LISBONNE

VIA Outlets impulsionada por melhorias nos centros e gastos turísticos

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 13 de fev de 2019
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A VIA Outlets, proprietária do Freeport Lisboa Fashion Outlet e do Vila do Conde Porto Fashion Outlet, divulgou os seus resultados de vendas de 2018 na quarta-feira e revelou que o aumento na afluência e na média dos gastos por visitante ajudou as vendas a alcançarem 1,07 mil milhões de euros.


VIA Outlets


A empresa anglo-holandesa, existente há cinco anos, possui um portefólio de 11 centros outlet premium na Europa e recebeu mais de 30 milhões de compradores em 2018, com as vendas de marca a subirem 9,3% no ano, apesar da afluência aumentar apenas 3,5%. O gasto médio por comprador aumentou 5,6%.

Os principais investidores da VIA são a gigante de propriedades britânica Hammerson e a gestora de fundos de pensões holandesa APG, sendo a empresa operada pela operadora Value Retail, proprietária da Bicester Village, e pela gestora de ativos Meyer Bergman. Os seus centros em nove países europeus incluem mais de 1.100 lojas (139 das quais abertas no ano passado) e a empresa afirma ser a proprietária-operadora de destinos de compras outlet premium com o crescimento mais rápido do continente.

Otto Ambagtsheer, chief operating officer, explicou que a empresa "continuou a ter um desempenho forte em várias métricas diferentes, apesar das difíceis condições do mercado a retalho" no ano passado e acrescentou que "o setor outlet é um dos poucos segmentos de retalho que mostra resistência a esta turbulência do mercado”. “Além disso, estamos a ver que a nossa decisão de focarmos o nosso modelo de atuação numa abordagem de repensar o merchandising e o marketing e remodelar o nosso portefólio existente está compensar.”
 
CENTROS ATUALIZADOS

A empresa tem vindo a fazer grandes investimentos para atualizar os seus centros nos últimos três anos e registou um crescimento de dois dígitos nas vendas de marca no ano passado em localizações melhoradas como o Batavia Stad Fashion Outlet na Holanda, o português Freeport Lisboa Fashion Outlet, o Mallorca Fashion Outlet em Espanha e o Landquart Fashion Outlet na Suíça.
 
Jorge Sánchez Mera, head of Leasing, disse: "O portefólio VIA Outlets, que agora reúne mais de 580 marcas diferentes, fez um re-merchandising de 25% do seu portefólio em 2018. Isto foi conseguido através de novas aberturas de lojas, aumentando e diminuindo lojas existentes e criando pop-ups experimentais, o que resultou no acréscimo de mais de 80 novas marcas ao nosso portefólio."

Os recém-chegados aos centros VIA Outlets incluíram Polo Ralph Lauren e Scalpers no Freeport Lisboa; G-Star Raw e UGG no Zweibrücken Fashion Outlet na Alemanha; Nikkie e BALR no Batavia Stad; H&M e Mammut no Landquart; bem como Lacoste e Scotch & Soda em Wroclaw, na Polónia. "Todas estas marcas foram bem-sucedidas desde o seu primeiro dia de atividade", indica a empresa.

Com a estratégia de 2018 a ser claramente um sucesso, o que tem a empresa planeado para o futuro? Ao que parece, mais do mesmo. Desde a sua criação, a empresa investiu mais de 125 milhões de euros para remodelar e ampliar os seus centros e, no ano passado, 29 milhões de euros destinaram-se a remodelar três centros com o objetivo de proporcionar uma melhor experiência ao cliente em 2019.


VIA Outlets


Um deles foi o Hede Fashion Outlet em Gotemburgo, Suécia, onde uma nova extensão irá abrir em outubro de 2019, enquanto nos outros dois, Sevilha e Wroclaw, as obras de remodelação deverão melhorar a experiência geral dos compradores em 2019.

No quatro trimestre, também serão iniciados trabalhos de remodelação "significativos" no Vila do Conde Porto Fashion Outlet e em Zweibrücken.
 
TURISTAS GASTAM MAIS

Ambagtsheer também realçou a importância do turismo para a empresa e indicou que “os turistas da UE e de fora da UE continuam a ser um foco importante”: “Conseguimos perceber que os turistas gastam mais que o visitante comum.”
 
De forma a melhorar a experiência de compra para os compradores de fora da UE, foram abertos escritórios de reembolso de impostos em oito centros VIA Outlets, oferecendo aos visitantes serviços que normalmente só estão disponíveis nos aeroportos. Estes têm sido “muito bem sucedidos” e a empresa notou que as vendas de reembolso de impostos nesses centros “superam as vendas nos centros das respetivas cidade em termos de crescimento”.

Este ano, a VIA irá ainda consolidar o seu programa de recompensa de fidelidade, o Fashion Club, que lançou no ano passado e que foi o primeiro do género no setor outlet.

"2019 será o ano em que todo o portefólio irá usufruir dos benefícios do Fashion Club", revelou Ambagtsheer. “Os membros do programa estão a gastar em média mais 30 a 35% do que os não-utilizadores, além de terem um tempo de permanência mais longo nos centros e uma taxa de revisitação acima da média. Graças aos dados dos proprietários fornecidos pelo esquema, as marcas participantes no programa também obtêm uma compreensão muito melhor de quem são os seus principais clientes e como podem segmentá-los ainda melhor.”

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.