×
371
Fashion Jobs
TIFFOSI
Comprador de Moda (m/f)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo · Alicante
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Dolce Vita Tejo (Ubbo) - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Amadora
H&M
Department Manager Lisboa
Efetivo · Lisboa
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time/ Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
RALPH LAUREN
Sales Associate Part Time / Vendedor de Loja (Part Time)
Efetivo · Modivas
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Évora
TIFFOSI
Store Manager/ Gerente de Loja
Efetivo · Beja
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Centro Comercial Lisboa (f/m)
Efetivo · Lisbon
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Centro Comercial Lisboa (f/m)
Efetivo · Lisbon
LEVI'S
Part-Time 20h Levi Strauss Eci
Efetivo · Vila Nova de Gaia
SALSA
Digital Marketing Assistant – Suporte Aos Canais Paid Marketing, Newsletters e Redes Sociais
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Coimbra - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Nosso Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Vila Real
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Porto Centro - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Porto
SALSA
Trade Marketing Assistant – Suporte Aos Canais Wholesale & Department Store
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Algarve - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Faro
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Vila do Conde Fashion Outlet - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Vila do Conde
SALSA
Conseiller(e) de Vente 30h Aeroville
Efetivo · Paris
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de out de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Vionnet pede falência

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
16 de out de 2018

Vionnet, a lendária casa de moda francesa administrada pela designer Goga Ashkenazi, que é também proprietária da marca, pediu falência. Na terça-feira (16), a marca anunciou num comunicado que tanto a Vionnet como a sua holding NVO Srl vão encerrae as suas atividades.
 

Look Vionnet outono-inverno 2018 apresentado em Milão - © PixelFormula


“Com a experiência e a sabedoria adquiridas no ambiente turbulento da transformada indústria da moda de hoje, a Vionnet decidiu redefinir as suas atividades, considerando o legado atemporal e a visão empreendedora e coragem de Madeleine Vionnet, para se envolver de forma inovadora de acordo com as estratégias de desenvolvimento sustentável. Vemos isso como o único caminho a ser seguido por nós e para a humanidade como um todo”, disse Goga Ashkenazi, presidente e diretora criativa da Vionnet, em comunicado.
 
Fundada em Paris em 1912 pela visionária Madeleine Vionnet, a marca foi adquirida por Ashkenazi de Matteo Marzotto e Gianni Castiglioni, o ex-CEO da Marni, em 2012. Inicialmente, Ashkenazi trabalhou com as diretoras criativas, as irmãs Barbara e Lucia Croce, antes de assumir o design e transferir a empresa de Paris para Milão.

Madeleine Vionnet é considerada uma designer de moda revolucionária que libertou as mulheres de espartilhos e inventou o corte em viés, inspirado na arte grega de drapear. No entanto, Goga, assim como Ashkenazi, recebeu críticas mistas, quando a marca mudou de moda desportiva italiana para uma moda mais grandiosa, que podia ser vista na loja parisiense da rue François 1er. Como resultado, não surpreende que o anúncio de hoje tenha revelado que “a marca procura investidores que permitam que a marca seja reposicionada no mercado”.
 
Mais recentemente, a Vionnet assinou um contrato com o artista Marc Quinn para desenvolver uma coleção "cápsula" ecológica batizada "Sustainable Surf". No mês passado, durante a Semana da Moda de Milão, em vez de um desfile luxuoso num grande palácio milanês - como sempre realizou - a Vionnet fez uma pequena apresentação no jardim da casa de Goga.
 
Em comunicado, a empreendedora nascida no Cazaquistão afirmou que "a decisão acontece devido ao compromisso da marca com a sustentabilidade".
 
De facto, para a maioria dos observadores, a única coisa que não poderia ser sustentada seria uma marca incapaz de reviver os seus dias de glória devido a uma visão confusa do seu próprio ADN.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.