Vivarte finaliza venda da Chevignon ao grupo Royer

A Chevignon muda oficialmente de mãos. A venda da marca masculina ao trio composto pelo grupo Royer, Stéphane Collaert e Thierry Le Guénic foi concluída, conforme anunciado pelo seu proprietário anterior, o grupo Vivarte. 


A Chevignontem cerca de 60 pontos de venda em França - Chevignon

As partes iniciaram as negociações em outubro de 2018 e a aquisição abrange toda a empresa, incluindo os seus 180 funcionários e a sua rede de 60 pontos de venda em França (lojas e também corners nos grandes armazéns Printemps e Galeries Lafayette). A marca criada em 1979 e famosa pelos seus casacos e blusões de couro registou uma faturação de cerca de 24 milhões de euros em 2018.

O consórcio de compradores deve apoiar o relançamento da marca, que viu o seu desempenho afetado nos últimos anos pela diminuição das vendas. O especialista em comércio de calçado Royer Group envolveu-se com dois sócios especializados no setor de moda e retalho: Thierry Le Guénic, que administrou a marca Vanessa Bruno de 2014 a 2017, depois de ter sido CEO da Francesco Smalto durante seis anos, e Stéphane Collaert, que trabalhou até ao final de 2018 no grupo Hopps, que adquiriu a Pataugas em maio de 2017. Anteriormente, foi CEO da marca Texier de 2015 a 2017.

O grupo Vivarte continua com o seu programa de “emagrecimento" e vai vender as lojas de calçado Minelli, San Marina e Cosmoparis em breve. O grupo "poderá continuar a reorientar as suas atividades e os seus recursos humanos e financeiros para o crescimento sustentável das suas principais marcas, Halle e Caroll”, comentou o presidente da marca, Patrick Puy, que nomeou Stéphane Roche como diretor-geral da Vivarte em março.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER