×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
7 de mai. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Zalando sobe projeções após excelente primeiro trimestre

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
7 de mai. de 2021

O portal de moda alemão indica ter gerado 3,2 mil milhões de euros no total de transações do primeiro trimestre de 2021. Ao longo desses três meses, a empresa indica ter registado um aumento de 46,8% no seu volume de negócios, para 2,23 mil milhões de euros, em comparação com um primeiro trimestre de 2020 no qual o crescimento foi limitado a 10,6% pelos primeiros efeitos da crise sanitária na Europa.


Zalando "Real Life Luxury" - Zalando


Num ano, o cesto de compras médio passou de 56,3 para 57,9 euros, enquanto o número médio de encomendas por cliente passou de 4,7 para 4,9. Em três meses, foram realizados 56 milhões de pedidos (+51,1%) por 41,8 milhões de clientes ativos (+30,9%).

Com base neste bom início de ano, a Zalando reviu as suas previsões anuais para cima. Onde esperava um aumento de 27 a 32% no volume de negócios, a empresa prevê agora um aumento de 31 a 36%, ou 14 a 14,6 mil milhões de euros, para receitas de 26 a 31%, ou seja, entre 10,1 e 10,5 mil milhões de euros.

“Para apoiar as suas ambições de crescimento, a Zalando continuará a desenvolver a sua rede logística europeia, que conta atualmente com dez centros, e irá acrescentar cinco centros à rede existente até 2023”, recorda o grupo. "Dois centros em Roterdão e Madrid estão quase concluídos e serão inaugurados em 2021. As obras de construção de três novos centros em França, na Alemanha e na Polónia começarão nos próximos doze meses."

A Zalando pretende, eventualmente, representar 10% das vendas da moda europeias e tornar-se na primeira escolha das lojas físicas para digitalizarem a sua atividade, através do programa “Connected Retail”. O portal de vendas de Berlim registou um crescimento de 30,4% no seu volume de negócios no seu exercício de 2020, com 10,6 mil milhões de euros em vendas. As suas receitas aumentaram 23,1% para 7,9 mil milhões de euros, enquanto o EBITDA aumentou 61,3% para 581,5 milhões de euros.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.