×
370
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Beyoncé, LeBron James e Dr. Dre encabeçam a lista de celebridades da Forbes

Por
Europa Press
Publicado em
today 2 de jul de 2014
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Nova Iorque (Reuters/EP) – A estrela pop Beyoncé, o astro do basquete LeBron James e o produtor musical e rapper Dr. Dre encabeçam a lista das celebridades mais poderosas do mundo da Forbes divulgada na passada segunda-feira (30).

A estrela pop estadunidense Beyoncé Giselle Knowles-Carter


Com ganhos estimados em 115 milhões de dólares nos últimos 12 meses e uma série de sucessos entre os mais tocados em todo o mundo, Beyoncé, de 32 anos, arrebatou a primeira posição da lista anual, empurrando a poderosa empresária do entretenimento Oprah Winfrey, de 60 anos, do primeiro lugar em 2013 para o quarto neste ano, enquanto a apresentadora de 'talk show' Ellen DeGeneres, de 56 anos, saltou da décima posição no ano passado para a quinta em 2014.

Os dez primeiros lugares da classificação Forbes contam com cinco homens e cinco mulheres.

A Forbes atribuiu a liderança de Beyoncé à sua extensa turné. O seu marido, o rapper Jay Z, ficou na sexta posição, seguido pouco depois pelas cantoras estadunidenses Rihanna, na oitava, e por Katy Perry na nona colocação.

“A superstar apresentou-se em 95 espetáculos, arrecadando o valor médio de 2,4 milhões de dólares”, disse a revista em referência às cifras da empresa Pollstar, que cobre a indústria de apresentações musicais.

Além das vendas do seu álbum "Beyoncé", lançado ano passado, a cantora recebeu milhões de dólares de contratos de patrocínio e da sua linha de roupas e, na semana passada, deu início à sua primeira turné mundial ao lado de Jay Z.

Embora Beyoncé não seja a estrela que mais arrecadou na lista, sua presença na imprensa e nas redes sociais garantiu-lhe o topo do 'ranking' da publicação.

LeBron James, de 29 anos, que semana passada encerrou o seu contrato com o Miami Heat, saltou da 16.ª para a segunda posição. Ele arrecadou estimados 72 milhões de dólares graças ao seu desempenho nos jogos, aos contratos de patrocínio e à venda da fabricante de auscultadores Beats Electronics, da qual era coproprietário minoritário, à Apple por três mil milhões de dólares.

Mas a ascensão mais impressionante da lista foi aquela do novo número 3, Dr. Dre, nascido Andre Romelle Young. Ele lucrou 620 milhões de dólares em 2014, disparando da 63.ª posição que ocupava em 2013.

O produtor musical e rapper Dr. Dre


A Forbes disse que o cofundador de 49 anos da Beats com o executivo musical Jimmy Iovine recebeu mais dinheiro nos últimos doze meses do que qualquer outra pessoa na história da lista.

A revista compilou sua 15.ª lista anual estimando os ganhos antes do pagamento de impostos entre 1º de junho de 2013 e 2014 oriundos de turnés, livros, contratos, patrocínios, filmes e outras fontes de renda residuais.

Fama e influência são messuradas pela frequência com que as celebridades apareceram na média e pelo impacto que tiveram na indústria de entretenimento e na cultura. A Forbes também recorreu ao sítio StarCount, que acompanha 11 plataformas de rede social, incluindo Facebook, Twitter e YouTube, para determinar a presença nestas médias.

Embora a Forbes afirme que a lista messa a influência global, a maioria dos contemplados é composta por estadunidenses.

Pharrell Williams, produtor musical e cantor do sucesso "Happy", estreou na lista deste ano na 38.ª posição, assim como o também cantor e vencedor do Grammy Bruno Mars, na 13.ª, e os atores Bradley Cooper, 48.ª, e o vencedor do Óscar de melhor ator deste ano, Matthew McConaughey, o 52º da lista.

A cantora Madonna, o ex-futebolista David Beckham, as atrizes Kristin Stewart e Charlize Theron, o empresário Donald Trump e os atores Alec Baldwin, Tom Cruise e Adam Sandler são algumas das celebridades que saíram da lista deste ano.

Imagens: Divulgação

Copyright © 2019 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.