×
Publicado em
7 de fev. de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Citizens of Humanity apresenta uma directora internacional

Publicado em
7 de fev. de 2014

Depois de 10 anos de actividade na cena do denim, a Citizens of Humanity quer tornar mais forte a sua presença em âmbito global. A marca, criada por Jérôme Dahan em Los Angeles, afirmou-se como uma das principais grifes de jeans premium nos Estados Unidos, com presença confirmada não só na maioria das lojas de departamentos, da Macy’s à Nordstrom, passando pela Barneys, mas também na marca Anthropologie e nas multimarcas independentes.

A Citizens of Humanity quer exportar o seu denim premium. Visual: colecção-cápsula vintage.


Só na Califórnia, a Citizens of Humanity conta com mais de 300 pontos de venda. É mais que sua actividade fora da América do Norte. Seu segundo mercado internacional é o Canadá, seguido de longe pela Grã-Bretanha, que contabiliza cerca de 80 pontos de venda, dentre os quais a Harvey Nichols e a Harrods.

As colaborações com celebridades, cheias de vídeos, como recentemente com o ex-campeão de tênis, John McEnroe, também devem dar uma visibilidade maior à marca. Foto: Citizens of Humanity.


Para tornar a sua presença mais forte na Europa, na Ásia e no Oriente Médio, a marca acaba de criar o cargo de directora de vendas internacionais. Uma função confiada à Katie Morrison. A dirigente chega da marca Frame Denim, estabelecida em Los Angeles e Londres e fundada pelos dirigentes do Saturday Group (Agências RMO, Wednesday e revista Industrie). Dentro desta empresa, ela construiu a rede de vendas no exterior.

Por isso, o seu papel será o de integrar a Citizens of Humanity nessas redes de distribuição internacionais e também de reforçar a presença, em âmbito internacional, das marcas A Gold E e Goldsign.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.