×
374
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Credit Suisse prevê fechamento de um quarto dos shoppings dos EUA nos próximos 5 anos

Por
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 1 de jun de 2017
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

O banco global Credit Suisse emitiu nota referente a uma pesquisa que prevê o fechamento de um quarto dos shoppings dos EUA nos próximos 5 anos.

DR


O relatório do Credit Suisse prevê que, cerca 20% e 25% dos shoppings existentes nos Estados Unidos, fecharão até 2022. Isso representa de 220 a 275 centros comerciais, dentre os 1.100 existentes no país.

Em um momento em que notícias sobre o fechamento de lojas de departamento continuam surgindo, e varejistas continuam decretando falências, não é surpresa que estabelecimentos físicos estejam passando por dificuldades. Shoppings são diretamente atingidos quando as lojas tradicionais fecham.

O relatório do Credit Suisse cita o aumento das compras online, bem como as preferências dos consumidores pelo varejo off-price. Enquanto um número cada vez maior de lojas lutam para sobreviver, muitos espaços continuam desocupados e o trânsito de clientes vem diminuindo no varejo tradicional, uma vez que os shoppings já não são mais os destinos de compras principais.

A pesquisa do Credit Suisse observa que, além dos 3.600 fechamentos de lojas que já ocorreram este ano, mais de 8.500 ainda estão previstos até o final do ano.

Não há dúvidas que os consumidores estão se voltando ao meio digital para fazer compras básicas. Enquanto as marcas se concentram na criação de experiências únicas para atrair mais gente nas lojas, o varejo continua mudando. Varejistas que tentam não fechar suas lojas estão usando diferentes técnicas para direcionar o tráfego e vêm selecionando cuidadosamente locais que estejam alinhados com as preferências dos consumidores.

Experiências únicas de marca estão sendo realizadas em lugares específicos, relacionados ao estilo de vida dos consumidores, muitas vezes combinando refeições, fitness e compras. À medida que a migração continua, os shoppings tradicionais dos EUA estão mostrando quão tóxicos são, com varejistas que favorecem lojas pop-up e outros pontos de venda físicos.

O Credit Suisse espera que as vendas de vestuário continuem crescendo no meio online. A pesquisa do banco indica que as vendas do comércio eletrônico crescerão 17%, mais de um terço vendas de vestuário, ou 37%, até 2030.







 

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.