×
Por
AFP
Publicado em
27 de abr. de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

François Pinault vai instalar sua coleção de arte na Bolsa de Comércio de Paris

Por
AFP
Publicado em
27 de abr. de 2016

A coleção de arte do homem de negócios François Pinault vai ser instalada na Bolsa de Comércio de Paris, anunciou esta quarta-feira a Presidente da Câmara Municipal da capital francesa, Anne Hidalgo, durante uma conferência de imprensa. Com abertura prevista para 2018.

François Pinault no Palazzo Grassi em Veneza - AFP


"É uma bela novidade, temos a oportunidade de acolher a coleção de François Pinault em um sítio incrível e excecional que é a Bolsa de Comércio", declarou à imprensa Anne Hidalgo ao lado de François Pinault. "Este dia é um belíssimo dia", acrescentou a chefe do executivo da capital francesa.
 
A Bolsa de Comércio, edifício histórico de forma circular situado na mira do novo dossel de Halles, vai ser concedido por 50 anos à 'holding' familiar Pinault, Artemis, e não diretamente à Fundação, mediante o pagamento de 'royalties'. Sabendo que a Fundação faz parte da Artemis!

É esta 'holding' que financiará as reformas necessárias por, segundo Le Monde, um montante de 100 milhões de euros, para transformar este edifício.

A Bolsa do Comércio - AFP


"É um imenso presente que vamos ter no coração de Paris", disse à AFP Anne Hidalgo, dizendo-se "otimista sobre a atratividade da cidade".
 
De fato, entre o Museu do Louvre e o Centro Pompidou, a fundação Pinault reforça ainda a zona onde está instalado o Forum des Halles e seu dossel. Algo para a inclusão em especial dos novos comércios que optaram por estabelecerem-se ali.
 
Vale realçar que o edifício se situa bem ao lado da Poste du Louvre (edifício do serviço postal), que passa por reformas, bem como do antigo edifício Samaritaine, em reforma, propriedade de Bernard Arnault.
 
Por seu turno, François Pinault sublinhou que ele desejava instalar-se no tecido cultural parisiense "com respeito e consideração por aqueles que já são os atores deste universo, desejando contribuir para o brilho de Paris de uma forma original e forte".

A Pointe de la Douane: uma joia da Fundação Pinault - Fondation Pinault


Em 2005, François Pinault, de 79 anos, considerado um dos maiores colecionadores de arte moderna e contemporânea (3.500 obras), já quis construir um museu no antigo sítio das fábricas Renault da Ile Seguin, em Paris.
 
Em razão de atrasos administrativos, finalmente ele renunciou a este projeto e decidiu instalar sua fundação em Veneza, no Palazzo Grassi. Em seguida, adquiriu, ainda em Veneza, a Pointe de la Douane (aberta em 2009), depois o Teatrino (aberto em 2013).
 
"Havia esta ideia há muito tempo de que a coleção de François Pinault havia escapado um pouco à França", destacou Anne Hidalgo. "Sempre tive esta pequena ideia em minha cabeça de que esta coleção possa regressar a Paris", disse a dirigente.
 
Jean-Paul Leroy (com AFP)

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.