×
Por
EFE
Publicado em
20 de jul. de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Inditex leva pagamento móvel às suas lojas espanholas em setembro

Por
EFE
Publicado em
20 de jul. de 2016

O grupo Inditex permitirá o pagamento móvel em todas as suas lojas de Espanha das suas oito redes – Zara, Massimo Dutti, Stradivarius, Bershka, Pull&Bear, Zara Home, Oysho e Uterqüe – a partir de setembro, anunciou seu presidente, Pablo Isla, durante a Assembleia de Acionistas.

Pablo Isla, presidente do grupo Inditex - Inditex


Posteriormente, a companhia estenderá esta possibilidade ao restantes dos países onde opera.
 
O novo serviço estará disponível nas aplicações em linha das oito marcas, além de uma nova aplicação, InWallet, desenhada integralmente por equipas da Inditex e que permitirá efetuar compras em todas as lojas do grupo espanhol.

Em ambos os casos, as aplicações armazenarão automaticamente todos os tíquetes de compra, tanto em linha como fora de linha.
 
Isla enquadrou este lançamento na estratégia de renovação tecnológica constante da companhia para melhorar o serviço global ao cliente, ao mesmo tempo que recordou que nos últimos cinco anos a Inditex investiu mais de 1.000 milhões de euros em inovação.
 
O utilizador ativará o serviço diretamente dentro da aplicação na primeira vez que aceder e introduzir os cartões que desejar associar à conta.
 
A partir daí, em cada uma das transações que realizar – compra ou devolução –, a aplicação gerará um código QR instantâneo com o qual será gerido o pagamento de forma segura, apenas aproximando o telefone do terminal de pagamento do caixa.
 
Nos fins de abril, o grupo cofundado por Amancio Ortega somava 7.085 lojas físicas em 91 mercados, às quais devem ser somadas as plataformas de venda em linha operadas por suas diversas redes.

© EFE 2022. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.