×
401
Fashion Jobs
JD SPORT
Senior Kids Footwear Buyer
Efetivo - CLT · Alicante
L'OREAL GROUP
Business Partner Dpp
Efetivo - CLT · Lisbon
ADIDAS
Senior Manager Non-Trade Procurement (m/ f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
HR Specialist - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
BWGROUP
Comercial Internacional - Espanha
Efetivo - CLT · BRAGA
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Demand Planner Retail
Efetivo - CLT · Alicante
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Prácticas Comunicación y Responsabilidad Social Sprinter
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Mantenimiento Instalaciones Automatizadas Sprinter
Efetivo - CLT · Alicante
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Sales Assistant (m/f)
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Vendeur(se) Aeroville 30h
Efetivo - CLT · Paris
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Strada Outlet (m/f)
Efetivo - CLT · Odivelas
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Alegro Setúbal (m/f)
Efetivo - CLT · Setúbal
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Campera Outlet (m/f)
Efetivo - CLT · Carregado
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time (m/f) - el Corte Inglês Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
MR.MOOD
Estágio - Copywriter
Estágio · PORTO
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Operations h2r - Payroll (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Accountant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto

Showroomprive.com mantém crescimento na casa dos 2 dígitos em 2013

Por
AFP
Publicado em
today 26 de fev de 2014
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Paris – O Showroomprive.com, o número 2 francês das vendas privadas on-line, seguiu em 2013 com o seu crescimento na casa dos dois dígitos, atingindo um salto de 40% em suas vendas, puxadas pelas atividades em telemóveis e no mercado internacional, anunciou na passada terça-feira (25) o seu presidente e diretor executivo, Thierry Petit. No ano passado, o sítio web realizou um volume de negócios de 350 milhões de euros. Ele situa-se ainda bem atrás do líder francês do setor, o vente-privee.com, que realizou 1.600 milhões em vendas no ano de 2013.

“O Showroomprive.com sempre foi rentável”, declarou Thierry Petit. Foto: DR


O Showroomprive.com diz contar com “mais de 16,2 milhões de membros” dos quais 11,5 apenas em França, com 1,3 milhão de visitantes por dia em seu sítio, englobando “todos os países e todos os suportes mediáticos”. Thierry Petit (foto) aponta também que o seu sítio “sempre foi rentável”, com um Ebitda entre 5 e 7% do volume de negócios. O crescimento do grupo foi particularmente puxado em 2013 pela explosão das vendas via telemóveis e tabletes. “Estas vendas representam agora 50% do tráfego e 40% da facturação”, explica o dirigente.

O mercado internacional – o sítio está presente em Espanha, em Itália, Portugal, Polônia, Bélgica, Países Baixos e no Reino Unido – alimentou também a atividade, com “aproximadamente 20%” das vendas agora realizadas para fora da França. Para o próximo ano, o Showroomprive.com conta com a ampliação do negócio, abrindo-se, entre outros mercados, em Alemanha, em República Checa e em Roménia. “O nosso objetivo em longo prazo é cobrir toda a Europa”, explica Thierry Petit. O sítio diz também estar a olhar para a Ásia, mas exclui o desenvolvimento nos Estados Unidos (onde o vente-privee.com se estabeleceu) e renunciou, por enquanto, o mercado Brasileiro.

Para 2014, a empresa de vendas privadas on-line tem a ambição de atingir de 470 a 500 milhões de volume de negócios. Para tanto, ela vai mirar o desenvolvimento da sua oferta, em especial em torno da moda, mas também das mobílias que “realizam fortes volumes de venda desde o ano passado”.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.