×
Publicado em
18 de set. de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

SMCP inicia processo de introdução à Bolsa de Valores de Paris

Publicado em
18 de set. de 2017

O grupo Sandro Maje Claudie Pierlot apresentou recentemente a documentação introdutória que conduzirá à sua oferta pública na bolsa com a autoridade francesa dos mercados financeiros AMF. Conforme relatado pelo FashionNetwork, o grupo de moda francês mencionou pela primeira vez a possibilidade de um IPO em junho passado.

Sandro Paris


"Estamos prontos para um novo marco na vida do grupo SMCP, apoiado pelo nosso acionista maioritário Shandong Ruyi, enquanto o apelo das nossas três marcas continua a aumentar em todo o mundo", disse o CEO do grupo, Daniel Lalande. No primeiro semestre de 2017 registámos um forte crescimento tanto na receita como na rentabilidade. Um sucesso que confirma a relevância do nosso modelo de negócios e da nossa estratégia visando um crescimento orgânico, a expansão do número de lojas nos nossos principais mercados e uma aceleração na introdução de ferramentas digitais e da nossa gama masculina e de acessórios".

No primeiro semestre do ano, a SMCP registrou um aumento de 16,4% nas vendas, até € 439 milhões. Notavelmente, 57% das vendas foram geradas fora de França e 12% online. No mesmo período, o EBITDA cresceu 20 %, para € 73 milhões.

"Conforme anunciado anteriormente, Shandong Ruyi pretende continuar a ser o acionista controlador após introdução da SMCP no mercado de ações, com aproximadamente 51% do capital, e assim continuar a apoiar a estratégia de crescimento da SMCP no futuro", disse Yafu Qiu, presidente do grupo Shandong Ruyi.

Ao manter uma participação maioritária, Shandong Ruyi procura aumentar a valorização da SMCP e aumentar a sua visibilidade e apelo. A listagem da bolsa de valores gerará novo capital para financiar a expansão do grupo e também facilitará o acesso a mais recursos a longo prazo. Isso pode ser visto como a confirmação de que a SMCP provavelmente ampliará o seu perímetro no futuro, com possíveis aquisições no horizonte.
 
No exercício de 2016, o grupo registou uma receita de € 786 milhões, com EBITDA no valor de € 130 milhões e margem EBITDA de 16,5%.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.