×
365
Fashion Jobs
ADIDAS
Buyer - German/Italian/French/Spanish (M/F/D)
Efetivo ·
IRO
Manager Lisboa
Efetivo · LISBOA
ADIDAS
Senior Specialist Payroll (M/F/D) - HR Services
Efetivo ·
ADIDAS
Sap Consultant - bw4hana/Sac (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Ariba (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Assistant Product Owner (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Product Owner (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Product Owner (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
sr Sap Consultant - bw4hana/Sac (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Technology Consultant - Product & Supply Chain (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Tech Analyst - Digital & Omnichannel/ Manage Business (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Senior Tech Project Manager - Sales Tech (M/F/D)
Efetivo ·
ADIDAS
Service Manager - Sales Services (M/F/D)
Efetivo ·
COTY
Key Account Manager
Efetivo · LISBON
SPORT ZONE
Financial Controller (m/f)
Efetivo · Maia
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- c. Comercial Ubbo Alfragide
Efetivo · Lisboa
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Rua Augusta - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Lisboa
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Fórum Algarve - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Faro
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Alegro Sintra - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Rio de Mouro
SALSA
IT Sap s/4hana Trainee - Oportunidade de (Medida de Estágios Ativar - Iefp)
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Business Intelligence & Artificial Intelligence Trainee - Oportunidade Única de Trabalhar em 2 Áreas Distintas (Medida de Estágios Ativar - Iefp)
Estágio · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
sr Data Scientist (M/F/D)
Efetivo ·
Por
Agência LUSA
Publicado em
29 de out. de 2013
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Storytailors assinalam dez anos com desfile retrospetivo em Lisboa

Por
Agência LUSA
Publicado em
29 de out. de 2013

Lisboa – A dupla de designers de moda João Branco e Luís Sanchez, os Storytailors, assinala dez anos da marca que em cada coleção conta uma história, na quinta-feira, em Lisboa, com um desfile retrospetivo.

Sem querer revelar muito do que irá acontecer no final da tarde de quinta-feira no espaço BES Arte&Finança, no Marquês de Pombal, João Branco adiantou à agência Lusa que no desfile estará “um bocadinho de cada personagem, de cada apresentação, de cada coleção” dos últimos dez anos.

Desfile Storytailors primavera-verão 2014. Foto: facebook - Storytailors


Storytailors, o nome escolhido pela dupla de designers para entrar no mundo da moda, pode ser traduzido para português como alfaiates de histórias. Inicialmente, lembrou Luís Sanchez, o que moveu esta dupla foi “uma vontade/um sonho”. “Passámos um ano a reunir apoios da indústria, a fazer contactos, a pedir tecidos, porque não tínhamos capacidade de investimento para suportar tudo o que era necessário para produzir um desfile”, recordou.

Hoje em dia, garantiu, “a filosofia do projeto, que se prende com o conceito, mantém-se”, no entanto, “devido à estrutura que tem”, teve que se tornar “um pouco mais comercial”. “Mas isso até é um desafio interessante, filtrar um bocado aquilo que são as nossas ideias para um contexto mais comercial”, referiu Luís Sanchez.

A marca acabou por se dividir em duas linhas: a Storytailor atelier, onde a dupla desenvolve “vestidos mais elaborados” e consegue “fazer mais experiências” e a Storytailors Narkë, a linha de pronto-a-vestir, onde são “filtradas as ideias mais elaboradas para um contexto mais usual, mais para o dia-a-dia”.

Por terem começado numa altura em que se “ouvia falar de uma crise abstrata”, toda a evolução desta dupla “foi toda feita a par e passo com essa crise”. João Branco lembrou que “o pronto-a-vestir é um setor que conhece uma crise, pelo facto de lidar com stocks, com quantidades, com fatores de risco muito elevados”, algo que “o trabalho de atelier gere de outra forma”. “Cada vestido é desenhado em função de uma encomenda, ou é reproduzido a partir de um modelo já existente, também por encomenda. Logo, o trabalho é feito e o investimento é feito quando existe já essa encomenda adjudicada”, explicou.

Por isso, ao longo destes dez anos “o trabalho de atelier tem-se mantido estável e tem crescido”, e o de pronto-a-vestir “tem sofrido uma oscilação, que acompanha a oscilação que o mercado do pronto-a-vestir também tem sofrido”.

Quando se pede que escolham uma coleção, hesitam. “Todas as histórias têm algo de especial, porque são algo de nós, é o prolongamento de nós e há sempre aspetos que se relacionam mais diretamente connosco. Todas elas têm os seus momentos memoráveis”, disse Luís Sanchez.

Apesar disso, “para recordar uma”, o designer de moda aponta “a da Júlia e o Touro Azul, em ambos os capítulos, que foram apresentadas primeiro na ModaLisboa e depois no Portugal Fashion internacional, em Paris”. “Foram apresentações interessantes”, afirmou.

No início de 2012, a Storytailors apresentou um pedido de insolvência, mas não se pense que isto “é um final, é o contrário”, assegurou João Branco. “O problema que surgiu resolvemo-lo em grande parte. O processo de insolvência é um degrau dessa resolução. Mantemos sempre os olhos no futuro e fazemos por progredir e por potenciar o projeto”, sublinhou.

O futuro mais imediato passa por “reintroduzir, coleção após coleção, um grupo pequeno de coordenados de homem”.

No desfile de quinta-feira, revelou João Branco, “vai ser apresentada uma coleção cápsula de homem”. “Nunca deixámos de fazer peças de homem, estava sempre presente através do atendimento de atelier, mas não propriamente através da criação de peças de pronto-a-vestir para homem. E agora vamos tentar que se altere”, referiu.

Outra das prioridades e “um dos objetivos” desta dupla é a “internacionalização” da marca, algo que consideram “difícil”, mas que é “definitivamente” uma meta a atingir.

Agora, os Storytailors querem “dar um passo de cada vez, cooperar com as entidades e as pessoas certas, boas energias, boas vibrações, pensamento produtivo e positivo”.

Copyright © 2023 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.